Personalizando o Rational Unified Process (RUP)

Boa tarde galera!

Modificando o RUP Versão do RUP 2002.05.00

Revendo meus arquivos da Graduação, encontrei esta pérola, foi um trabalho dirigido para uma disciplina de Engenharia de Software, onde utilizávamos o RUP para aplicar os conjuntos de artefatos de um determinado projeto.
O RUP tem por finalidade guiar os profissionais de TI por um caminho guiado e personalizado utilizando ferramentas e conceitos de Engenharia de Software garantindo que todos (Papéis), atualmente a versão mais nova já está baseada por Papel dentro da organização, dentro da empresa, possa utilizar como instrumento de organização manter um local para encontrar os documentos e artefatos que são de fundamental importância para o sucesso do projeto. Seguindo as fases e as disciplinas do mesmo.

Características do RUP

    Interface do RUP
  • É uma interface HTML e possui três frames: topo, menu e principal.
  • No topo existe um menu para a navegação
  • No menu as opções de links. Estão divididos em grupos.
  • No frame principal o conteúdo.
  • Nada diferente de uma web site.
  • Página Inicial do RUP

    Página Principal do RUP Versão 2002.05.00

    Página Principal do RUP Versão 2002.05.00

    Guia de Introdução
    Apresentação de como está organizado o RUP

    Guia de Introdução

    Guia de Introdução

    Serve para ser utilizado como tour pelo RUP, ou seja, fazer um passeio para os tópicos mais importantes e conhecer a organização do RUP, além de indicar páginas importantes. Vale a pena passear! (QUEM TIVER)

      Leitura obrigatória:

    • Navegação no Processo
    • Melhores Práticas
    • Conceitos-Chave
    • Elementos Essenciais do Processo
    • Adaptação do Processo

    É importante conhecer como navega no RUP, apesar de ser estruturado como um website, ele tem aproximadamente 10.000 páginas, portanto saber os caminhos das pedras é fundamental!

      Barra de Navegação

        Como usar:
    • Saber qual posição na tree você está.
    • Chamar o guia de introdução (Caso tenha fechado ao iniciar o RUP)
    • Pesquisa
    • Ter acesso ao Glossário
    • Imprimir Ou enviar uma mensagem a Rational.

    Sua estrutura em pacotes está organizado como um software.
    Pois o RUP possui sua estrutura inicial e possibilita sua personalização.

      Estrutura do RUP

    • * /applet – Nesta pasta contém o bytecode Java que roda o menu
    • /artifacts
    • * /css – Altera as cores e fontes e disposição do layout.
    • /images – Imagens utilizadas no RUP
    • /library
    • /main – Aqui está o index do RUP
    • /manuals – Manuais.
    • /phases
    • /process – Mapeia o processo do RUP
    • /tools – Ferramentas
    • /workers

    * Apesar de parecer um pouco óbvio algumas pastas, é importante conhecer os recursos que o RUP oferece e saber onde se encontram. existem outras ferramentas como o RUP Builder, e o próprio Rational Rose que disponibilizam documentos e a estrutura do RUP. Mas precisa ter dinheiro, isso já é velharia, quis matar a saudade e relembrar os tempos de boemia! hehehehehe… Atualmente existem ferramentas, que a IBM, que comprou a Rational, oferece com soluções baseadas no Eclipse.

    Dentro da Pasta Applet
    Nesta pasta têm dois arquivos importantes São eles: tree.dat e img.zip
    No tree.dat estão mapeados os links.
    No img.zip estão os ícones que aparecem no tree browser, caso queira modificar seus itens de menu e personalizá-los basta “descompactar” em outra pasta pegar o nome e ver o desenho e alterar o link para o menu.

    Tree Browser do RUP

    Tree Browser

    Menu do RUP baseado em árvore.

      O arquivo tree.dat

    • Através de classes Java a tree é gerada a partir de um programa applet.
    • É um arquivo de texto padronizado. Está organizado como uma árvore.
    • O Valor 0(Zero) indica a raiz, 1(Um) próximo nó, 2(Dois) filho do primeiro nó.
    • Contém o nome do link, qual arquivo ele vai apontar e o ícone.

    Visão do arquivo tree.dat

    Arquivo fonte do menu, pelo qual o applet lê para gerar o menu.

    Arquivo fonte do menu, pelo qual o applet lê para gerar o menu.

    O que é isso???
    Na primeira linha informa o mapeamento para o arquivo img.zip, onde estão os ícones para a classe java.

    Linha de import do arquivo img.zip.

    Linha de import do arquivo img.zip.

      Explicando o Código na imagem abaixo.

    • O número zero – Raiz
    • * separador das informações
    • *../main/home_page.htm* – link para a página.
    • *house.gif*house.gif*f* – Ícone do link.
    Explicando a linha do menu raiz.

    Explicando a linha do menu raiz.

    Exemplo
    SGE RUP – projeto desenvolvido na disciplina de Engenharia de software.
    Empresa fictícia – projeto acadêmico.

    Imagem do projeto do RUP de uma empresa fictícia.

    Imagem do projeto do RUP de uma empresa fictícia.

    Bom o intuito deste post foi rememorar o tempo saudoso, que a Engenharia de Software iniciou grandes ferramentas e lançou-se no mercado até ser comrprada pela IBM.

    Até o próximo post sobre UML.

    Anúncios

    2 Respostas para “Personalizando o Rational Unified Process (RUP)

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s